segunda-feira, maio 16, 2005

dia cento e dezanove : 119 : vida de sebastião [crónica a preto e branco de um cão amarelo # 20]

há já algum tempo que não marco presença neste espaço de registos. a vida deste amarelo cão tem sido agradavelmente preenchida com as habituais actividades de marginalidade controlada, entrecruzadas com algumas novidades que merecem ser sublinhadas. a praia continua a ser um lugar de predilecção, onde posso correr e saltar como gosto [qual doido de quatro patas originário de uma atlântica península do canadá, cuja perspectiva da realidade exige a presença da maresia, acompanhada de um vasto oceano e de alguns grãos de areia]. as cadelas, com as quais vou travando olfactivas afinidades, também são uma óptima razão para divagar pelos areais do litoral estremenho. sinto que uma diferente liberdade caracteriza os dias atlânticos. mar frio e revolto não deixa de ser mar.









[sebastião, o cão amarelo, em modo transparente]

[não fotografia por fdv. constrangimentos técnicos persistem]

2 comentários:

O Micróbio disse...

Sebastião tens de vir mais vezes...

vidi disse...

Adorei o blog e as fotos do sebastião. A crónica dos B.I.`s está demais! Abraço